quinta-feira, 10 de junho de 2010

PEREGRINAÇÃO DAS CRIANÇAS À FÁTIMA

Olá,


mais uma vez se realizou a Peregrinação das crianças à Fátima em que as nossas duas Paróquias tiveram o privilégio de participar.

A catequese organizou esta peregrinação com dois autocarros mais ou menos preenchidos com crianças da catequese, catequistas, alguns pais e claro o Sr. P. Vítor.
É talvez a peregrinação mais alegre, porque para além de ser dedicada às para crianças é uma peregrinação muito colorida em que o Santuário se enche de cor com os bonés que trazem na cabeça.
O tema deste ano, e para comemorar o centésimo aniversário de Jacinta, era "Quereis oferecer-vos a Deus?" é também o desafio que Jacinta nos faz.
O nosso dia começou com muita chuva, valeu a ideia de uma catequista, com sacos do lixo fazer umas gabardinas improvisadas que resultaram na perfeição.

Depois de um pequeno lanche fomos para o Santuário participar na Eucaristia celebrada pelo Sr. Bispo do Porto D. Manuel Clemente em que se destacam duas palavras proferidas na homilia: escutar e oferecer, no final da Missa as crianças receberam um pequeno livro sobre a Jacinta e um terço.

Depois chegou a hora do almoço, debaixo de chuva, para muitos de nós uma experiência única porque ninguém se lembrava de ter feito um pic-nic com tanta chuva.
Na parte da tarde assistimos a uma apresentação na Igreja da Santíssima Trindade organizada por crianças e catequistas de Viseu, o tema era "Jacinta, flor que sorri para o Céu" foi uma festa muito alegre em que as crianças eram chamadas a cantar e a bater palmas.
Para finalizar tivemos um pequeno momento de oração, e depois foi o regresso para as nossas casas.
Graças a Deus tudo correu bem, apesar da chuva, acho que quem foi não se arrependeu.

bjs

Susana

6 comentários:

Lucinda disse...

Quem não foi está muito arrependida mas nem sempre se pode !
Obrigada Susana por ter dado notícias e fotos!
Em resumo: ninguém vai esquecer esta perigrinação!
Beijinhos

Dina Lourenço disse...

Muito Bom dia!
Foi com muito gosto que participei nesta Peregrinação das Crianças,foi mais uma experiência com elas, apesar da chuvinha correu muito bem,adorei ver o Santuário repleto de cores vivas, cheio de alegria e vida, assim como o jardim de flores, em que a principal era a Pastorinha Jacinta que nos ensina a ter um Coração de Ouro, tal como ela tinha.
E para sempre recordar-mos este momento, rezamos o terço de Jacinta e lemos e relemos o livrinho que nos foi oferecido.
Afinal foi uma História Verdadeira! E não esquecendo as palavras chave: ESCUTA E OFERCE!
Que Jacinta nos elumine a alcançar um coração de ouro!
Beijinhos a todos!

Natália Lourenço disse...

Magnifico!
Para quê palavras está tudo dito e o que não foi dito está sentido no coração. Adorei eu e o meu filhote, tanto que até hoje quis levar o terço para a escola. Acho lindo querer partilhar com os amigos a vivência do dia anterior, mesmo sendo à sua maneira. À maneira de uma CRIANÇA. Parabéns aos organizadores desta Peregrinação. Obrigada pelo excelente trabalho e não esquecendo os sacos de plástico que deram imenso jeito.

sandra.santos disse...

É sempre uma emoção muito grande estar no Santuário de Fátima, mas é ainda mais emocionante vendo-o repleto de crianças vindas dos vários pontos do n/ país.
Nem a chuva conseguiu "estragar a festa"! Foi um dia muito agradável!
Acho que quem não foi este ano, ao ver a mensagem publicada no blog (um belo trabalho da Susana), vai ficar com vontade de chegar rápidamente ao próximo ano para ser o(a) primeiro(a) a inscrever-se na peregrinação.

Anónimo disse...

Concordo com a Sandra! Ao ver o entusiasmo que a Susana pôs na notícia, as fotos (com o P. Vítor à frente, qual bom pastor a quem as ovelhas seguem!) os comentários de quem lá esteve... posso dizer que estou cheia de pena de não ter ido! Mas, embora não tenha ido, aquelas duas palavras "escutar e oferecer", ecoam no meu coração!Vou tentar não as esquecer e pô-las em prática na minha vida!
Beijinhos

P. Vítor Mira disse...

É verdade.
Valeu a pena, mesmo com chuva.
Temos que dar os parabéns a todo o grupo pela forma como correu a peregrinação.
Foi um momento de graça que esperamos que fique por muito tempo nos nossos corações.
Um abraço.

P. Vítor Mira